Esclarecimento

Um esclarecimento que me parece importante: isto não é um órgão de comunicação social e, como tal, não tem nem carece código deontológico, apenas algumas regras de bom senso - que nem sempre tenho presente mas que eventualmente prevalece, como foi o caso do primeiro post que apaguei e do segundo também. A linha editorial, a existir, é aquela para "onde acordo virado" e, assim sendo, publico o que me apetece, quando posso ou me apetece. Se posteriormente me arrependo ou não gosto do que publiquei, retiro ou edito a publicação - já o fiz inúmeras vezes. É tão simples quanto isto.
E sim, tenho consciência de que aquilo que é publicado num blogue - ou noutra qualquer "rede social" como soe dizer-se - nunca é bem apagado/retirado, existem sempre os "printscreen" e, a um nível mais "profundo", os logs e backups e sei lá o que mais que o serviço de blogging efectua e o Google (a que o Blogger pertence), dizem, guarda num poço sem fundo guardado pelo próprio Cerberus, vejam só a profundidade e gravidade da coisa.
Se o comentador dos "posts" que apaguei se sente de algum modo "asfixiado" queira por favor contactar-me através do e-mail constante algures no meu perfil. Terei todo o gosto, com algum tempo, em responder às suas questões - mas peço a gentileza de se identificar claramente já que tem a vantagem de saber quem eu sou e eu a desvantagem de desconhecer a sua real identidade. E esta é a condição sine qua non para ter uma resposta. Mas se quiser barafustar aqui na caixa de comentários, barafuste. informo-o que está a partir de agora moderada mas não é por sua causa, tenha calma, mas, tanto quanto isto eu lhe garanto, o que escrever será "autorizado".

3 comentários:

santa disse...

não me sentindo asfixiado continuo a optar por vir bater a esta porta, mesmo sabendo que eventualmente o lápis azul da censura me poderá riscar, é o teu blogue e aqui fazes o que bem entenderes.

ficaste chateado foi com aquela coisa da JS não foi?!? acho que não há mal nenhum em assumir as preferências politicas de forma publica, e na minha sincera opinião, numa altura destas fica mal não o fazer, fica a sensação de rato a abandonar o navio

Björn Pål disse...

Eu não tenho nenhum vínculo à JS. Mesmo que quisesse não podia, estou mais perto dos 40 do que dos 30, idade limite da JS.
Não deixes que o meu perfil no FB te engane...

Björn Pål disse...

Não tenho problemas em assumir a minha preferência politica: sou PS. Não é difícil de reparar